19
out

Nosso risco de câncer seria determinado pela nossa infância? 


Nosso risco de câncer seria determinado pela nossa infância?

Crianças nascidas de pais com alta posição ocupacional têm um risco maior de desenvolver melanoma, câncer de próstata e câncer de mama posteriormente na vida. Enquanto, mulheres nascidas em regiões de menor nível socioeconômico apresentam risco aumentado de desenvolver câncer invasivo de colo de útero.

Esses achados foram feitos por pesquisadores examinando como a situação socioeconômica (SSE) pode estar associada a diferentes riscos de câncer posteriormente na vida. O estudo avaliou dados de indivíduos nascidos em dois condados de Utah entre 1945 e 1959. Os dados demográficos estavam ligados a informações sobre a incidência de câncer catalogados no registro de câncer de Utah (Utah Cancer Registry).

O autor sênior Ken Smith, disse que as informações poderiam ser usadas para identificar indivíduos com maior risco de câncer com base na sua situação socioeconômica ao nascimento e, “de modo ideal, trabalhar para encontrar estratégias para ajudá-los a manejar seu risco de câncer quando adultos”.

Os autores reconhecem que a associação entre a SSE e o câncer de mama, colo de útero e próstata podem refletir diferenças da SSE na participação na triagem de câncer. Eles também disseram que a importância de períodos críticos no desenvolvimento da criança pode ser afetada pela exposição e condições de vida que podem resultar na fundação da saúde posterior e contribuir para as diferenças sociais no risco de câncer.

 

 

 

Referências

Stroup, AM et al. Baby Boomers and Birth Certificates: Early Life Socioeconomic Status and Cancer Risk in Adulthood. Cancer Epidemiol Biomarkers Prev September 21 2016 [Cited 2016 October 12] doi: 10.1158/1055-9965.EPI-16-0371

Veja também

Comentários